Plantão

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

SOS barba: seus cinco maiores problemas resolvidos

Para você, ter uns arranhões, inchaços ou pelos encravados é um fato tão comum quanto o sol nascer e a Lindsay Lohan ser presa alguma hora depois dele se pôr. A boa notícia é que seus problemas no barbear não são necessariamente causados pela sua pele, pelo ou genes. Ao invés, as culpadas são normalmente técnica e ferramentas falhas – as quais são fáceis de remediar. Conheça os cinco maiores problemas no barbear e aprenda conselhos de experts para saber como os fazê-los desaparecer em pelo e pele. Que pena que a Lindsay Lohan não consegue fazer a mesma mágica com sua ficha policial.

Problema número 1: Queimadura da navalha
Essas são aquelas marcas de pele irritada e vermelha que aparecem alguns minutos após barbear. Elas são extremamente sensíveis e realmente doem quando você está suando. Eliminar queimadura de navalha é simples: você só precisa amaciar a pele antes de levar a lâmina ao rosto. “Você deve sempre se barbear após tomar banho,” diz Martial Vivot, proprietário do Salão Pour Hommes em Nova York. “O vapor amacia o pelo, o faz ficar de pé e amacia a pele.”

Problema número 2: Arranhões
Não seria legal pôr os bastões coagulantes fora para sempre? Essas vertentes de sangue são na verdade fáceis de evitar. Os segredos: use uma lâmina afiada, deslize a lâmina gentilmente pelo rosto sem aplicar muita pressão, e passe a lâmina o menor número de vezes possível no rosto. “Quanto mais passadas com a lâmina no mesmo lugar, pior é para sua pele,” diz Ben Davis, proprietário da barbearia e spa Gent’s Place nos arredores de Dallas. E para a lâmina do barbeador, Davis sugere substituí-lo semanalmente, “você não pode usar uma lâmina por mais de uma semana, ou então ela ficará muito desafiada.”

Problema número 3: Pelos encravados
É quando um pelo cresce dentro do folículo e debaixo da superfície da pele. Médicos chamam de Pseudofolliculitis barbae, mas você pode só chamar de encheção de saco. Prevenir pelo encravado é um processo de muitas etapas. O banho pré-barbear ajuda bastante, bem como sempre barbear no sentido do pêlo e não contra. Davis também sugere usar um pincel de barbear (preferencialmente feito de pelo de texugo) para aplicar o creme de barbear. “Age como um esfoliante natural, escovando a camada mais externa de pele morta. E quando você faz movimentos circulares, ajuda a puxar o pelo do rosto para fora e cria uma melhor espuma para o creme de barbear.”

Problema número 4: Comichão de barbeiro
Essas são os inchaços vermelhos que parecem com uma erupção ou até mesmo uma espinha infeccionada. Às vezes, eles causados por pelo encravado, mas geralmente são bactérias estafilococos que entram nos folículos ou na pele através de pequenos cortes no rosto. Davis recomenda o seguinte:
1) enxague seu barbeador muito bem com água quente antes de usá-lo;
2) aplique um óleo pré-barbear de citrus na pele antes do creme de barbear, para agir como um agente antibacteriano;
3) Use uma loção pós-barba quando terminar “para selar os poros, assim nada entrará na corrente sanguínea.”

Problema número 5: Pele seca
Solução simples: “quando você terminar de se barbear, sempre use um hidratante,” diz Vivot, acrescentando que você deve reaplicá-lo à noite. “Você perceberá que facilitará seu barbear pela manhã.”

Por Greg Melville para Men's Life Today • Greg Melville  é editor do Men's Journal, que tem escrito sobre cuidados pessoais para diversas publicações, inclusive a Men's Healt americana. Tradução de Luís Fernando Palm.

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Copyright © 2013 H de Homem
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates