Plantão

terça-feira, 5 de abril de 2011

Depois de homofobia em jogo de vôlei, Michael assume ser gay

O jogador do Vôlei Futuro, Michel, revelou ao site GloboEsporte.com que é gay, depois de um episódio de homofobia na partida contra o Cruzeiro, em Contagem (MG). O time de Araçatuba encaminhou denúncia ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e à Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).

Segundo o atleta declarou ao site que o ginásio estava superlotado e todos o chamavam de “bicha”, “gay” e outras ofensas. "Me sinto ofendido e constrangido pelo ocorrido; não eram só alguns torcedores de torcida de futebol, eram crianças, mulheres, o ginásio inteiro gritando e me ofendendo. Eu poderia ter jogado melhor se não tivesse passado por esse constrangimento. Me senti julgado pelo lado pessoal e não pelo profissional que sou. Acho que este tipo de acontecimento não deve passar em branco, realmente me fez muito mal. Acho que deve ser divulgado e discutido para que isso não ocorra com mais ninguém."

Ele admitiu ser gay, embora tenha afirmado ao GloboEsporte.com que nunca havia chegado a se assumir. "Todo mundo sabe quem eu sou. Eles me respeitam totalmente no time. Não só aqui, mas nos 10 anos que joguei no São Bernardo. Todos os times me trataram bem", ressaltou. Ele desabafou, dizendo que resolveu falar para que o constrangimento não ocorra novamente. Os dois times voltam a se enfrentar no sábado, com partida transmida pela TV Globo.

Em comunicado oficial, o Cruzeiro alegou que a “torcida animada deu um show nas arquibancadas”, e que denúncia de Michel não passa de uma tentativa de “desvirtuar essa vitória é característica de mau perdedor, que não valoriza e nem respeita o esforço do adversário”. O Vôlei Futuro perdeu a partida por 3 sets a 2.

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Copyright © 2013 H de Homem
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates