Plantão

sábado, 11 de setembro de 2010

Aquarela: o primeiro amor entre adolescentes gays leva polêmica ao cinema

Aquarela: Carter e Danny nadando juntos em um dos primeiros encontros.
Dramas adolescentes rotineiros em diversos filmes foram levados para Aquarela As Cores de uma Paixão (Watercolor), só que o casal protagonista é formado por dois garotos. Tye Olson interpreta Danny Wheeler, um jovem gay e de sexualidade bem definida, que se dedica à pintura. Estudioso, ele acaba conhecendo Carter Melman (Kyle Clare), um desajustado nadador, usuário de drogas e mais interessado em alguém para fazer suas tarefas de casa do que em uma paixão.

Na produção norte-americana de 2008, do diretor David Oliveras, Carter é deixado pelo pai na casa da mãe de Danny (mulher colega nos Alcóolicos Anônimos) para passar o final de semana. De cara, o nadador já se depara com as revistas gays do estudioso aspirante a pintor e dá indiretas sexuais. Mesmo assim, nada rola naquela primeira noite, até que o atleta adormece. Danny aproveita e desenha Carter pelado.

No dia seguinte, eles acabam nadando juntos na escola, mas como Danny não tinha sunga, Carter fica nu e empresta a peça de roupa. A partir daí, começa a aproximação. Uma relação que existe apenas fora do colégio, pois o garoto de ouro não quer ser visto ao lado do futuro pintor para não "queimar seu filme". Aí começam os conflitos. Danny quer namoro e amor, porém Carter não sabe o que quer.

Logicamente não vou contar o final da narrativa, mas dou uma palhinha com o trailer logo mais abaixo. A história chega a ser previsível, mas é válida pela coragem da temática e beleza da fotografia e das metáforas utilizadas. O filme já estreou nos cinemas, mas com sorte é possível encontrar a versão legendada para download na internet.

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Copyright © 2013 H de Homem
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates