Plantão

sábado, 17 de julho de 2010

Mortos-vivos peladões transam muito em filme de terror B canadense

Ícones de filmes de terror trash agora ganham a vida (ou a morte, se preferir) em uma produção gay canadense. O filme L.A. Zombie cria polêmica ao misturar em um único enredo mortos-vivos alienígenas em busca de cadáveres humanos e sexo entre homens. E já está rendendo portas fechadas em alguns festivais de cinema mundo à fora.

O Festival Internacional de Cinema de Melbourne foi orientado pelo Conselho de Classificação Cinematográfica australiano a não exibir a produção de Bruce LaBruce no início de agosto, já que a instituição se recusaria a classificar o filme. Em um comunicado, o diretor disse que a proibição é surpreendente, em se tratando da versão light do filme. A versão hard será lançada e distribuída separadamente, em outubro.

Já na Suíça, a apresentação já foi confirmada no Festival Internacional de Cinema de Locarno no dia 5 de agosto. O filme também foi escolhido para ser exibido em Toronto.

A história traz o astro pornô francês Fraçois Sagat, que interpreta um homem convencido de que é um zumbi alienígena, enviado a Terra para vagar pelas ruas de Los Angeles em busca de corpos e pegação. Nas imagens de divulgação, muitos corpos nus à mostra, cobertos de sangue.

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Copyright © 2013 H de Homem
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates