Plantão

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

A beleza masculina sem roupa





Depois de séculos em que apenas o corpo feminino era admirado sem roupa, em pinturas e esculturas, foi no decorrer dos anos de 1830 a 1840 que a fotografia deu espaço para homens mostrarem que a ausência de vestimentas também podia ser algo belo. Desde aqueles tempos, fotógrafos têm clicado a nudez masculina, mas nenhum se destacou tanto como o norte-americano David Leddick. Ele foi oficial do exército, dançou na Metropolitan Opera de Nova York e foi diretor de criação de uma famosa marca de cosméticos. Mas foi com quatro livros que ele se destacou: Naked men: Pioneering male nudes 1935-1955 (de 1997), Naked men, too: Liberating the male nude, 1950-2000 (de 2000), Male nude now: New visions for the 21st century (de 2001) e The male nude (de 2005).
O primeiro reúne fotografias de George Platt Lynes, feitas entre 1935 e 1955. Este livro, por mostrar as primeiras fotos de nu feitas com modelos homens, faz importante contribuição para a história da representação do corpo masculino no século 20. Já o segundo, se concentra em trabalhos de fotógrafos influentes como George Platt Lynes (de novo), Robert Mapplethorpe, Harriet Leibowitz e Bruce Weber. O autor mostra a "revolução visual" que aconteceu paralelamente à liberação social e sexual, desde os anos 50. E no terceiro, o autor divide o trabalhos dos artistas em sete categorias: experimentalistas, neo-classicistas, eroticistas, fantásticos, "sensualistas", realistas e românticos. As categorias contam com imagens de David Hockney, Christopher Makos, Nan Goldin, Duane Michaels e outros.
Mas o mais recente e que já foi assunto de diversas revistas é The male nude, lançado pela Taschen. A obra traz de fotos da era vitoriana a trabalhos de artistas contemporâneos como Mapplethorpe, Bruce Weber e Nan Goldin. Leddick mantém sua pesquisa em torno da evolução da representação do corpo masculino e da cultura gay. Além destes fotógrafos, o livro inclui fotos de Herb Ritts, Cecil Beaton, Wolfgang Tillmans e Pierre et Gilles.
As principais livrarias brasileiras comercializam as obras e o tema já foi destaque no HdH.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Copyright © 2013 H de Homem
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates